sexta-feira, 21 de junho de 2013

Manifestação reuni mais 5 mil em Santarém

Acorda Santarém / Foto: Portal NoTapajós
Em Santarém, oeste do Pará, a manifestação iniciou na tarde desta quinta-feira. A marcha “Acorda Santarém”, reuniu cerca de cinco mil pessoas, segundo estimativa da Policia Militar. 

A manifestação, que iniciou na Praça Barão de Santarém, reuniu lideranças de movimentos sociais que pediam a preservação do meio ambiente. Outros se posicionaram contra o Projeto de Emenda Constitucional que limita o poder de investigação dos ministérios públicos, a PEC 37. Os manifestantes também protestaram contra os gastos de dinheiro público com a realização da Copa do Mundo de 2014 e cobraram mais investimentos na educação e saúde e o fim da corrupção.

A maioria dos manifestantes era composta por estudantes que se posicionavam contra o aumento da passagem de ônibus no município. A tarifa atualmente custa R$ 1,90, mas os empresários querem que a passagem aumente para R$ 2,10. A tarifa estudantil custa R$ 0,65, menos da metade da tarifa normal, estando congelada há pelo menos cinco anos. O aumento está sendo analisado pelo Conselho Municipal de Transportes.

Protesto em Santarém / Foto: Blog do JCampos
O protesto percorreu várias ruas de Santarém, com faixas, cartazes e gritos que diziam ‘Um, dois, três, quatro, cinco, mil... ou baixa a tarifa ou pararemos o Brasil’, se referindo às outras manifestações contra o aumento da passagem dos transportes coletivos que estão sendo realizadas em outras cidades do País.

O trânsito ficou confuso no Centro da cidade devido à grande movimentação de pessoas. As lojas fecharam às 17 horas para que os funcionários participassem do protesto. A Polícia Militar deu apoio à marcha para garantir a segurança das pessoas. De acordo com a PM, entre três e cinco mil manifestantes estiveram presentes.

Protesto em frente à Prefeitura

Após percorrer a Avenida Rui Barbosa, no Centro da cidade, os manifestantes seguiram para a Prefeitura, onde gritaram palavras de ordem e um pequeno grupo ameaçou invadir o local. A liderança do protesto se reuniu com representantes da OAB e da Prefeitura e prometeram sair apenas se o gestor municipal fosse até lá para dialogar. O protesto todo foi realizado de forma pacífica.

O prefeito, Alexandre Von, não apareceu, mas os manifestantes entregaram um documento com cinco propostas para os representantes da Prefeitura:

-Congelamento da passagem de ônibus para estudantes;
-Redução da tarifa inteira de ônibus de R$ 1,90 para R$ 1,50;
-Licitação para as empresas de ônibus;
-Construção de um terminal rodoviário para os passageiros;
-Desapropriação do terreno da empresa Buriti


Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

NOTÍCIA DA SEMANA:

Suposta aparição de Nossa Senhora impressiona moradores de Oriximiná, no PA

Foto: Reprodução/Redes Sociais Um brilho no céu em formato de Nossa Senhora movimentou o município de Oriximiná, no oeste do Pará...

PABLO VASTEI FOTOGRAFIAS

PUBLICIDADE:


PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Solidariedade:

ACOMPANHE: