quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Embarcação que saiu de Santarém naufraga no Rio Xingu com 70 pessoas a bordo

Segundo o Corpo de Bombeiros 23 pessoas foram resgatadas com vida. O número de mortos chega a 10.
A embarcação naufragou no Rio Xingu, em uma área chamada de Ponte Grande do Xingu
Foto: Reprodução/TV GLOBO
Uma embarcação que saiu de Santarém, oeste do Pará, com destino ao município Vitória do Xingu, no Sudoeste Paraense, naufragou na noite da última terça (22) no Rio Xingu, em uma área chamada de Ponte Grande do Xingu que fica entre os municípios de Porto Moz e Senador José Porfírio. A embarcação transportava cerca de 70 pessoas.


De acordo com o Corpo de Bombeiros 6 mulheres, 2 homens e 2 crianças estão entre mortos. Até agora 23 pessoas foram resgatas com vida. Equipes do corpo de bombeiros de Altamira e de Belém estão na região do naufrágio fazendo buscas. A embarcação Comandante Ribeiro, pertencente à empresa Almeida e Ribeiro Navegação, LTDA, que até agora não se pronunciou sobre o acidente.

A Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-Pa), informou que a empresa não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros. De acordo Secretaria de Segurança Pública do Pará, 70 pessoas estavam a bordo no momento do naufrágio. A lista de passageiros não foi divulgada.

Ainda segundo Arcon-PA a empresa foi notificada pelos fiscais durante a operação realizada no dia 05 de junho de 2017, mas até o momento nenhum representante da empresa compareceu à agência do órgão para se regularizar.

ROTA DA EMBARCAÇÃO:

A embarcação saiu do município de Santarém, região oeste do Pará, com escala nas cidades de Monte Alegre e Prainha. O destino final era no município de Vitória do Xingu, na região Sudoeste do estado. O acidente aconteceu no Rio Xingu em uma área chamada de Ponte Grande do Xingu, entre os municípios de Porto Moz e Senador José Porfírio.

AS VÍTIMAS:

As vítimas do naufrágio estão sendo levadas para o Hospital Municipal de Porto de Moz. Os corpos estão sendo levados para o ginásio municipal Chico Cruz em Porto de Moz, equipes do Instituto Médico Legal (IML) de Altamira está para o município Porto de Moz para realizar a necropsia e identificação dos corpos.
Os corpos estão sendo levados para o ginásio municipal Chico Cruz | Foto: Reprodução/TV GLOBO
O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) liberou na noite de quarta-feira (23) os corpos das nove vítimas já identificadas. Os mortos identificados são Luciana Pires, de 28 anos; Neiva Romano, 18, Maria Duarte, 57, Aurilene Sampaio, 36, Lucivalda Marques Oliveira, 41, Roseane dos Santos Leite, 25, W.L.O , 56, de Santarém, Orismar Miranda, 61, e S.H.S.S (1 ano) provenientes da cidade de Altamira.

O CPC liberou os corpos com a expedição da declaração de óbito para os familiares. O corpo de um homem, a décima vítima, ainda aguarda, oficialmente, pelo reconhecimento da família.

Segundo informações pelo menos 37 pessoas que estariam desaparecidas, familiares de 16 pessoas foram aos órgãos de segurança em busca de informações. Ainda não há informações sobre as demais pessoas que estavam na embarcação quando ela afundou no rio Xingu.
As buscas no Rio Xingu foram retomadas nesta quinta-feira (24).

Com informações do G1

Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

NOTÍCIA DA SEMANA:

Suposta aparição de Nossa Senhora impressiona moradores de Oriximiná, no PA

Foto: Reprodução/Redes Sociais Um brilho no céu em formato de Nossa Senhora movimentou o município de Oriximiná, no oeste do Pará...

PABLO VASTEI FOTOGRAFIAS

PUBLICIDADE:


PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Arquivo do blog

Solidariedade:

ACOMPANHE: