quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Livro infantil que sugere casamento entre pai e filha começa a ser retirado de escolas de Santarém, no PA




Os livros começaram a ser distribuídos no início de agosto, cerca de 500 exemplares foram entregues as escolas municipais de Santarém.
Livro sugere casamento entre pai e filha | Foto: PabloVastei
Depois das Secretarias de Educação de vários municípios brasileiros, agora, foi a vez da Secretaria de Educação de Santarém, oeste do Pará, começar a recolher o livro “Enquanto o sono não vem”, que foi distribuído as escolas da rede municipal de ensino.

Segundo a coordenadora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), Izivana Costa Xavier, os livros começaram a ser distribuídos no início de agosto, cerca de 500 exemplares foram entregues as escolas municipais de Santarém.

O livro é considerado improprio para as crianças. De acordo com a coordenadora do PNAIC uma criança lendo isso ela pode ceder a possíveis situações semelhantes: “A criança lendo isso ela pode ver que se ela não ceder ao pai, ao tio, a alguém pedindo a ela, ela pode morrer, então de imediato a criança pode ceder a esse tipo de pedido”

A coleção faz parte do ciclo de alfabetização de um Programa do Governo Federal. Mas o Ministério da Educação determinou o recolhimento imediato dos exemplares distribuídos nas escolas.

Segundo a coordenadora do PNAIC todos os exemplares devem ser devolvidos ao Mec. “A gente devolve para o Mec, vai ter que fazer todo um processo com a Secretaria de Educação e devolver para o Mec. A orientação é que não fique nenhum livro nem nas escolas e nem na secretaria”

O Ministério da Educação considerou o conteúdo do livro inapropriado para crianças de 6 a 8 anos, faixa etária que deveria receber livro nas escolas.

Em um dos contos do livro, “A triste história de Eredegalda”, o pai sugere a ideia de se casar com uma de suas filhas, que acaba morrendo no fim da história.

A obra de José Mauro Brant, da Editora Rocco, está no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), segundo o Ministério da Educação. O MEC informou que o processo de seleção e avaliação, que está sendo revisto, foi realizado e publicado em 2014.

A editora Rocco, responsável pela publicação, informou que o livro foi publicado em 2003 e faz parte de uma coletânea de nove livros de contos. A editora não é responsável por indicar uma faixa etária para o livro.

“O conto ‘A triste história de Eredegalda’ é uma história triste, como o próprio título sugere. A cena em que um pai deseja uma das filhas é apenas uma das cenas, e ela não se concretiza”, diz a Rocco.
O livro infantil gerou muita polêmica por seu conteúdo | Foto: PabloVastei
O LIVRO:

O livro “Enquanto o sono não vem” é destinado a alunos de primeiro ao terceiro ano, entre 6 e 8 anos. Nele o conto intitulado “A triste história de Eredegalda” fala de um rei que pede uma das três filhas em casamento.

A proposta do pai é que a mãe da menina seja criada deles. Ao recusar o convite do pai, a história conta que a menina é presa em uma torre, onde passa sede. Ao pedir à mãe e às duas irmãs para beber água, ela não recebe ajuda por ameaças de morte do pai.

No final ela acaba aceitando o convite do pai para se casar, mas ele resolve fazer um desafio com três cavaleiros: o que chegasse primeiro com um jarro d’água ganharia a mão da filha. Essa oferta, no entanto, não é explicada na história. O conto mostra que a menina morreu antes.

No livro, existe uma descrição, explicando a origem da história. “A história da princesa assediada pelo próprio pai aparece em vários lugares do Brasil com nomes diferentes: ‘Silvaninha’, ‘Valdomira’, ‘Faustina’. A versão aqui incluída foi inspirada em uma recolhida em Barbacena, Minas Gerais, e foi acrescida dos versos de um acalanto denominado ‘Lá vem vindo um anjo’”.

MEC

O Ministério da Educação (MEC) confirmou a presença do livro no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), mas disse que o processo foi realizado na gestão anterior, em 2014. Na nota, o MEC diz que está revendo todo o processo de seleção dos livros visando a melhoria da qualidade da educação e não citou o livro específico.

Com informações do G1 ES e TV Tapajós
Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

NOTÍCIA DA SEMANA:

Suposta aparição de Nossa Senhora impressiona moradores de Oriximiná, no PA

Foto: Reprodução/Redes Sociais Um brilho no céu em formato de Nossa Senhora movimentou o município de Oriximiná, no oeste do Pará...

PABLO VASTEI FOTOGRAFIAS

PUBLICIDADE:


PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Arquivo do blog

Solidariedade:

ACOMPANHE: