segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Avião monomotor cai e deixa 5 mortos em Itaituba, no PA



O acidente aconteceu por volta de 18h no bairro Vitória Régia, próximo ao Aeroporto de Itaituba, Sudoeste do PA.
Monomotor cai em Itaituba, 5 pessoas morreram
Um avião monomotor caiu no final da tarde deste domingo (22) no município de Itaituba, sudoeste do Pará. De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) 5 pessoas estavam na aeronave no momento do acidente, todas morreram.
Compartilhar:

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Funcionário de ótica é preso suspeito de desvio de dinheiro em Santarém, no PA


Foto: Reprodução

Um jovem 23 anos, identificado como Thiago Caíque Imbiriba Viana foi preso na tarde desta quarta-feira (11) durante uma operação da Polícia Civil. Thiago Caíque é suspeito do crime de furto mediante fraude contra uma rede de óticas em Santarém, onde ele era funcionário.
Compartilhar:

Prefeito Zenaldo Coutinho veta PL que reconhece som automotivo como patrimônio cultural e imaterial de Belém, no PA

O veto foi publicado no Diário Oficial do Município de Belém na última sexta-feira, 6. Agora o Projeto de Lei retorna à Câmara de Vereadores, que seguirá o veto do prefeito ou votará novamente para a promulgação do texto.
Foto: Reprodução/TV Liberal
DO G1 PA

O Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, vetou integralmente na última sexta-feira (6) o Projeto de Lei (PL) que transforma a sonorização e estilização automotivas como patrimônio cultural imaterial do município de Belém, que foi de autoria do vereador e presidente da Câmara Municipal Mauro Freitas (PSDC). Segundo o Prefeito, o Projeto de Lei fere dois artigos da Lei Orgânica da cidade.
Compartilhar:

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Idosa morre após ser atropela por Kombi em Santarém, no PA




A vítima foi atingida pelo veículo quando atravessa no trecho entre as avenidas Magalhães Barata e Assis de Vasconcelos.

Foto: Edmundo Baía Júnior

Uma idosa de 68 anos identificada como Josefinha Almeida Colaço foi atropelada e morreu no final da tarde desta quarta-feira (04) na Avenida Magalhães Barata, bairro Aparecida, zona oeste de Santarém.
Compartilhar:

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Bandeira deve ficar vermelha em outubro e taxa extra na conta de luz subir a R$ 3,50



DO G1

A estiagem e a necessidade de uso mais intenso das termelétricas vão pressionar as tarifas de energia a partir de outubro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anuncia nesta sexta-feira (29) que a bandeira tarifária vai passar para vermelha patamar 2, o mais caro previsto, e a taxa extra cobrada nas contas de luz vai subir em outubro para R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.


Seria a primeira vez desde 2015, quando o sistema de bandeiras foi criado, que a taxa extra de R$ 3,50 seria cobrada. No mês de setembro, vigorou a bandeira amarela, que aplica uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos.


A Aneel marcou uma entrevista coletiva para a tarde desta sexta, quando a mudança na bandeira tarifária será oficializada. A agência vai aproveitar para pedir que os consumidores adotem medidas para reduzir o consumo de energia nesse momento.

O sistema de bandeiras tarifárias começou a vigorar em janeiro de 2015 e foi criado para sinalizar aos consumidores o custo da produção de energia no país. O objetivo é permitir que os consumidores adotem medidas de economia para evitar que suas contas de luz fiquem mais caras nos momentos em que esse custo está em alta.

A cor verde indica que o custo é baixo. A amarela, que ele subiu um pouco. A vermelha, patamar 1, que está alto. E a vermelha, patamar 2, que está muito alto.

ESTIAGEM E TERMELÉTRICAS

O custo de geração de energia no país fica mais alto conforme aumenta o uso de usinas termelétricas. Isso acontece porque as termelétricas usam combustível (óleo, gás, carvão, biomassa) para gerar eletricidade que, por isso, é mais cara que a produzida pelas hidrelétricas.
Neste ano, o país enfrenta novamente uma forte estiagem, que reduziu o volume de água armazenado nos reservatórios das principais hidrelétricas do país. Devido à necessidade de poupar essa água, o governo aciona mais termelétricas para atender à demanda dos consumidores brasileiros.

Recentemente, o governo também anunciou que aumentará a importação de energia do Uruguai e o início da importação da Argentina. Trata-se de mais uma medida para poupar água dos reservatórios das hidrelétricas brasileiras. A capacidade de importação, porém, não é alta.
De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), na quinta (28), dado mais recente, os reservatórios das hidrelétricas instaladas no Sudeste e no Centro-Oeste, responsáveis por cerca de 70% da capacidade de geração do país, estavam com armazenamento médio de 24,75%.

Trata-se do mais baixo nível para este período pelo menos desde 2011, segundo dados do ONS. No Nordeste, o armazenamento médio era de 9,46%.

Compartilhar:

NOTÍCIA DA SEMANA:

Suposta aparição de Nossa Senhora impressiona moradores de Oriximiná, no PA

Foto: Reprodução/Redes Sociais Um brilho no céu em formato de Nossa Senhora movimentou o município de Oriximiná, no oeste do Pará...

PABLO VASTEI FOTOGRAFIAS

PUBLICIDADE:


PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Solidariedade:

ACOMPANHE: